Terça-feira, 14 de Outubro de 2008

Velhos

Imensas criaturas terrestres,

Fermento, temperado na fornalha lôngeva

De uma existência.

 

Velhos, nos aposentos geriátricos

Dos jardins.

 

Sentados sobre o

Peso atávico da sua antiguidade,

Suportam a punição de Atlas.

 

Meneiam o tronco,

Nodosos salgueiros,

Em gesto de vómito,

De indisposta melancolia.

 

Oprime-lhes o despotismo

De um mundo,

No palco onde singraram

Actuações e animosidades

Infinitas — seus rostos rotos

Engelhadas rugosidades,

Fileiras do inesquivável

Abate da vida.

 

Choram como riem,

A desistência é um mote

Bifurcado:

Sustenta-os e embota-os;

Estátuas. Restam-lhes os fragmentos

Que resvalam,

Fuligem fétida,

Folhas caducas de Outono:

O último reduto de resistência.

 

Velhos, sois velhos,

Como a terra revolvida,

O terreno cauterizado,

A túmida placenta,

Onde um dia vingará

Uma nova colheita.

 

Guilherme Gomes

tags:
publicado por sofisma às 09:35
link do post | comentar | favorito

.Profile

.pesquisar

 

.Junho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.Posts

. A Árvore da Vida

. Matéria

. Jonathan Livingston Seagu...

. Wasabi, a coisa verde que...

. The Beginning Is the End...

. Transcendência

. Sofrer

. My Blueberry Nights

. Desespero

. U2 - The Sweetest Thing

.Arquivos

. Junho 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2009

. Maio 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. ensaio(8)

. citações(7)

. crónica(6)

. apontamento(3)

. dissertação(3)

. poema(2)

. video(2)

. conto(1)

. todas as tags

.as minhas fotos

blogs SAPO

.subscrever feeds